O que é uma ficha técnica de produto?

Pode parecer óbvio o que é uma ficha técnica, porém muitas empresas ignoram a existência da mesma e acreditam que um simples desenho do modelo com algumas informações escritas, sejam o suficiente para seguir junto com a produção.

A ficha técnica do produto é um documento que contém todas as informações necessárias sobre o modelo e materiais que o compõem. A ficha técnica dá referências para custos do produto e compra de material para sua confecção, bem como informação das diferentes etapas de fabricação.

Related image

 

OS ITENS INDISPENSÁVEIS PARA A CONFECÇÃO DE UMA BOA FICHA TÉCNICA SÃO:

  1. Cabeçalho – deve constar o nome da empresa, a coleção, descrição do modelo, referência, data de criação, estilista responsável, entre outros dados relevantes.
  2. Desenho técnico do modelo de frente, costas, lateral e também de seus detalhes de costura e acabamento em tamanho maior, além da colocação detalhada de aviamentos, colocação de tags, embalagem.
  3. Dados dos tecidos utilizados, afinal é a matéria-prima principal de um produto. Neste campo deve ser detalhado os tecidos utilizados e o posicionamento deles na peça, além da descrição da matéria prima, sua composição, cor, fabricante, fornecedor e também o preço por unidade e consumo de cada peça.

 

 

Ao descrever cada item a ser utilizado na produção do modelo, diminui o risco de erros na compra dos insumos e ajuda na determinação do preço de custo da peça.

 

  1. Aviamentos utilizados devem estar descritos com as especificações técnicas necessárias para a compra e para a formação de preço do produto final. As informações básicas são: quantidade, tamanho, cor, fabricante, fornecedor e também o preço por unidade de cada peça.
  2. As etiquetas devem conter as seguintes informações:
    *O nome da marca registrada ou a razão social por extenso;
    *Instrução de lavagem e cuidado de conservação da peça, por extenso ou símbolo;
    *Indicação do tamanho da peça por número ou letra;
    *Cadastro da pessoa jurídica (cnpj) da empresa e país de origem.
  3. Beneficiamento da peça quando ela passa por algum processo de transformação que não faça parte da confecção em si, como estamparia, tingimento, lavagem.
  4. Grade de tamanho contendo um quadro com o tamanho e a numeração das peças a serem produzidas. Algumas empresas já determinam a quantidade que será produzida de cada modelo.
  5. Costura e acabamento – neste campo deverá ser descritos todos os tipos de costura e acabamentos que a peça necessita. Deve ser escrito na sequencia operacional da montagem da peça.
  6. Tabela de medidas – a tabela de medidas é fundamental para o controle de qualidade da peça, pois será utilizada durante todo o processo operacional, até a entrega do produto acabado. Na tabela de medida deve constar todos os tamanhos e medidas das partes especificadas.

 

 

Como visto acima, o detalhamento de informações na elaboração da ficha técnica é de extrema importância, pois a falta de informações tais como a descrição do modelo, da coleção em que está inserido, a grade de tamanhos, tecidos e aviamentos com seus dados respectivos de cores, consumos, medidas, preços, desenho técnico com tipos de costuras, fluxo operacional com observações mais importantes sobre os processos a serem realizados, o maquinário e equipamentos necessários para realizar a confecção da peça, resulta em uma ficha técnica mal elaborada e ocasionará problemas que causarão prejuízo para a empresa.

 

Veja abaixo alguns problemas que podem ser ocasionados por falhas na execução de uma ficha técnica.

 

Problemas causados por erros de ficha técnica

A ficha técnica acompanha as ordens de fabricação do início até o final da cadeia produtiva, partindo do ponto inicial com a criação do modelo até produto acabado e embalado.

Quando uma ficha técnica não é bem feita ela gera retrabalho, compras de insumos errados, tanto para mais ou para menos, paralisação no processo. Ocorrências como as mencionadas, geram desequilíbrio nos processos fabris, comprometimento dos padrões de qualidade que impossibilitam o atingimento das metas de produção, atrasam a programação de produção estabelecida. Caso ocorra uma sequência recorrente de erros, pode não haver mais o tempo hábil para o produto ser viabilizado, considerando tanto o cronograma estabelecido, como os gastos somados com as repetidas correções.

 

ATENÇÃO E CUIDADO SÃO PALAVRAS CHAVE PARA A BOA EXECUÇÃO DE UMA FICHA TÉCNICA DE PRODUTO.

 

 

Renata Cavaletti
https://www.linkedin.com/in/renata-junqueira-cavaletti-28000736/
EnglishPortugueseSpanish